Em todas as memórias

Em todas as memórias apenas sonhadas, há quase sempre o destroço de um desejo como um pedaço estelar, uma mão-cheia de areia da praia que vive nos nossos olhos. E há cor, odor, texturas. Como um corpo ao nosso lado. Acarinhado. Certo. Entrelaçado nos fios da teia da noite…

© Lília Tavares (a publicar)

5330-LILIA TAVARES

Fotografia manipulada digitalmente: The front room de ©Jeffery Becton

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s